quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

É assim que eu vejo

É mesmo assim!
Pela minha vida já passaram tantas pessoas, umas mantêm-se, outras não, outras tantas estarão para chegar. O importante mesmo é que elas existam para fazer do nosso mundo um mundo mais colorido.

Podem não ser as perfeitas, as ideais, as corretas, mas há alguém perfeito?
Eu sou muito crítica, confesso. Tenho um sexto sentido (se puder chamar-lhe assim) que me diz se devo ou não dar o benefício da dúvida. Já certei e já errei mas também a sociologia não é uma ciência exacta e eu não sou a mesma de à 2 ou 3 anos atrás (ai não sou não). Antes tinha medo de ficar sozinha, queria agradar a tudo e a todos e não tinha opinião própria, era influenciável. Não fazia de mim uma má pessoa, mas uma pessoa diferente.

A vida ensinou-me que por vezes "mais vale só que mal acompanhada" e que "só devo dar importância a quem a merece", que ninguém é igual a ninguém e que toda a gente tem telhados de vidro. Que é muito fácil julgar e falar, difícil é fazer!

Neste momento não tenho medos, não tenho receios. Tenho vontades e desejos. Muitos! Um deles é manter quem gosto perto de mim e sempre a sorrir.

5 comentários:

  1. Tão bom ler-te.
    As únicas pessoas a quem devemos agradar é a nós próprias, só nós sabemos o que nos contamos, o que vivemos, o que ouvimos, em quê e quem devemos acreditar.
    A vida tem (também) essa missão...vai dando a luz que precisamos para crescer enquanto pessoas, e apenas precisamos de quem nos merece, de quem nos acrescenta algo (muito).
    Não me imagino sem ti, adoro tu meu doce :)

    ResponderEliminar
  2. É assim mesmo. O importante é partilhar o nosso tempo com quem merece.
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  3. Por isto deves manter o teu sorriso lindo. Nunca te vi sem ser com ele. Continua assim Linda. Bjs...

    ResponderEliminar